Festas e Eventos em Trancoso, Bahia  

   Vem aí... Festas de Reveillon 2019   

 

   Em breve mais informações...   

 

   Póximos eventos em Trancoso - Bahia - Brasil   

 

2018-07-21_Canto em Trancoso.jpg

   Canto em Trancoso   

 

   Local:  Teatro L'Occitane - Trancoso   

   Data:   21/07/2018   Horário:   09:00 às 19:00 h   

   Endereço: Complexo Terravista   

   Estrada Municipal de Trancoso, Km 19   

   Portaria Aeroporto Terravista   

2018-09-14_Cinema em Dança.jpg

   Cinema em Dança em Trancoso   

 

 

   Local:  Teatro L'Occitane - Trancoso   

   Data:   14/09 e 15/09/2018   

   Horário:   18:30 às 22:00 h   

 

   Com realização da Academia de Dança Dionée Alencar e da  Ecoar Bahia, o espetáculo ?Imagens Brasileiras? terá a participação da Cia de Dança Carlinhos de Jesus e da bailarina Ana Botafogo, unindo o balé clássico e o samba em um espetáculo que passeia entre ritmos como lambada, chorinho, bossa nova e forró, ilustrando um resumo da influência africana na cultura popular brasileira. 
O primeiro lote de ingressos já está à venda na Academia Ellite, Ecoar Bahia e Porto Seguro Seguro Convention Bureau.  

 

   Endereço: Complexo Terravista   

   Estrada Municipal de Trancoso, Km 19   

   Portaria Aeroporto Terravista   

   Festival de Cinema Proibido - Trancoso   

 

 

 

 

   Data:   21/10 a 24/10/2018   

 

   Um Festival de Cinema realizado a céu aberto, em Trancoso, Sul da Bahia, vila que habita as mais belas praias de nosso país. Temas considerados "proibidos" pela sociedade serão intensamente debatidos e expostos sob a perspectiva da cultura, da arte e da educação. Atende ao público de todas as idades, com filmes que variam do tema familiar aos tabus, preconceitos, anti-drogas, música, política, história indígena, ufologia e espiritualidade.​   

 

   Mais informações: 

  www.festivaldecinemaproibido.com   

 

 

 

   O que rolou no passado... 

   Reveillon / Temporada de Verão 2018  

   Festas Tradicionais de Trancoso Bahia  

festa-de-yemanja-no-quadrado-em-trancoso-bahia-03.jpg


  Festa de Iemanjá em 

   Trancoso, Bahia     

 

   02 de Fevereiro  

 

 

Iemanjá é a padroeira dos pescadores. É ela quem decide o destino de todos aqueles que entram no mar. Também é considerada como a “Afrodite brasileira”, a deusa do amor a quem recorrem os apaixonados em casos de desafetos amorosos.

 

 

 

Iemanjá é um orixá feminino (divindade africana) das religiões Candomblé e Umbanda. O seu nome tem origem nos termos do idioma Yorubá “Yèyé omo ejá”, que significam “Mãe cujos filhos são como peixes”.

 

 

 

Os devotos levam para o mar vários presentes que são tidos como recusados quando não afundam ou quando são devolvidos à praia.

Dentre as diversas oferendas para a bela e vaidosa deusa, encontram-se flores, bijuterias, vidros de perfumes, sabonetes, espelhos e comidas. O ritual se repete em outras praias do Brasil.

 

 

Festa-de-sao-bras-trancoso-bahia-brasil.jpg

  Festa de São Brás em  Trancoso 

 

 

03 de Fevereiro

 

 

A festa é uma antiga tradição entre os nativos e moradores de Trancoso. São Brás é o padroeiro do Distrito e os nativos erguem um mastro colorido em frente a Igreja de São João Batista, no Quadrado.

 

Há uma missa e procissão durante o dia e depois quase toda a cidade se reúne no Quadrado festejando a noite inteira até o amanhecer, o que atrai muito os turistas que estão na cidade.

 

No final da festa, o festeiro do ano passa o mastro para o festeiro do próximo ano, garantindo que a tradição de festejar permaneça.

festa-de-sao-sebastiao-em-trancoso-bahia-02.jpg

 Festa de São Sebastião em 

   Trancoso   

   20 de Janeiro   

 

 

A festa, na realidade, inicia vários dias antes do dia 20 de janeiro com as reuniões da comissão organizadora e os diversos ensaios de cânticos no Quadrado, praça principal do povoado.
Culmina no final da tarde do dia 20 de janeiro com uma procissão onde uma estátua de São Sebastião, ao lado da estátua de São Brás que tem a sua festa celebrada no dia 3 de fevereiro, percorre o povoado de Trancoso e ao final em frente da Igreja de São João Batista, este o padroeiro do povoado, é feita uma homenagem com a "dança do pau" e a substituição do mastro de madeira feita exclusivamente por homens, com a bandeira do santo no topo que ali ficará por mais um ano.